Como acabar com a Corrupção em Brasília e no Brasil

Infelizmente a corrupção acontece em todo. De maneira simples, podemos considerar que a corrupção  tem a ver com a adequação indevida de recursos nações. Sendo assim, todas as operações  que forneçam um tipo de benesse  ilegal podem ser tomadas  corrupção. Às vezes, a corrupção  não se materializa em aspecto  de dinheiro, mas de proveitos  – materiais de edificação, presentes, cargos políticos, trabalhos, etc. Às vezes além de que, a corrupção não argumenta  a pessoa envolvida, mas pode ajudar  uma terceira pessoa, como companheiro, parente, vizinho, filhos, mulher, etc. Em geral, centenas de ações prescritas em lei que caracterizam-se como corrupção.

Para se caracterizar algo como corrupto, é necessário, dois fatores: corruptor e corrompido. Há também o Conivente e o Irresponsável. O Corruptor é a pessoa que propõe algo ilegítimo para vantagem própria ou de terceiros, tendo a consciência de  que está despedaçando a lei. Todas as vezes que um individuo solicita um benefício que não é dele/a, apresentando uma forma de realizar algo, apresentando um tipo de benesse para o seu cúmplice, essa pessoa está atuando como o corruptor. O Corrompido é a pessoa que tolera a ideia do corruptor. Todo indivíduo que possibilita entrar em uma ação ilícita para se favorecer ou para afirmar uma outra pessoa operante a ela – família, amigos, etc – tornar-se-á agindo como o deturpado. Os dois se tornam corruptos.

Conivente é a  pessoa que tem consciência do fato que está acontecendo, mas não denúncia a corrupção. Ele fica calado favorecendo o corruptor e o desregrado, mesmo sem ganhar nada com isto. A ação do coautor pode ser explicada pelo fato de que um dia ele terá  da conivência de outras  pessoas para que ele se envolva  em um ato de corrupção. Vale recordar que esse ato também é proibido previsto pela Convenção Federal do Brasil  (Art. 180). O Irresponsável nunca sabe do que devia saber. Ele, geralmente, é o gerente  de repartições e tem muita  confiança nos seus subordinados. Estes fazem barbaridades e ele jamais fica sabendo, pois realiza em um ritmo de coleguismo, muito mais que profissionalismo. Ele assina qualquer negócio, não pede revisão, não dá aceitação  para os departamentos de controle. O Irresponsável é na maioria das vezes alguém que está num cargo que não devia estar.

Corrupção em Brasília

É assombroso ver o aumento do número de notícias vinculando Brasília à corrupção e os brasilienses aos corruptos. Sabemos que bastante disso ocorre porque Brasília é o centro político do Brasil e,tem por dever, abrigar fragmentos da classe política nacional, dando enfase a noticias negativas sobre politica. Caso disséssemos que todos os políticos são corruptos, o que é não é verdade, ainda assim a ligação que Brasília tem com a corrupção é essencialmente pequena.
No Congresso Nacional possuímos 594 parlamentares, contando também com deputados federais e senadores da República, dessa quantia, os brasileiros elegeram, distinta ou indiretamente, oito deputados e três senadores, o que equivale dizer que apenas 185%, dos parlamentares da esfera federal são de incumbência dos brasilienses.

Existem duas questões: de quem compete o  interesse em ligar Brasília as noticias de falsificação e corrupção e qual é o menecma desse tipo de esclarecimento nas camadas mais pobres da sociedade? Relacionado a primeira pergunta, não temos os fundamentos necessários para uma resposta certeira. Temos em mente que Brasília é a região do trabalho – ou tem como obrigação ser – dos título eleitos em todos os estados da Federação, inclusive totalmente os corruptos eleitos sem comunicação dos brasilienses. Ou seja, Brasília é o reflexo da mal escolha dos brasileiros pelos seus políticos, parecem que verdadeiramente não entendem o que significa a palavra democracia, ordem e progresso.

Em questão, podemos apenas considerar que Brasília apenas aceita a sua ingrata obrigação, de Capital Federal, de sistematizar parte dos corruptos preferidos Brasil a fora, sendo apenas uma observadoras dos atoes de corrupção aqui cometidos. A Capital, assim como o Congresso, é apenas um reflexo do Brasil mal dirigido, que dá o poder sempre aos mesmos indivíduos que irão cometer atos corruptos e mais uma vez a maioria dos brasileiros passarão mais 4 anos reclamando do Governo.

A única solução para todo esse problema é a mudança interna. As pessoas bem sucedidas dizem que para haver uma mudança externa é necessário primeiro haver uma mudança interna. Temos que mudar internamente para nossas condições externas mudar também! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *